quarta-feira, julho 18, 2007

Vidas

Get this widget Share Track details

Jorge Palma, Encosta-te a mim

Gosto desta música porque é sincera, humilde e despretensiosa. Por vezes é difícil aceitar os erros dos outros ou os que nos pertencem. Este "encostar" não é mais do que aceitar a vida e os outros. Apreciar o que nos é oferecido, lutar pelo que queremos, rasgar e/ou colar páginas de histórias que transformam esta vida numa dádiva única. Com cicatrizes, sorrisos, cansaços, abraços, medos, enganos, amor... Começar de novo sempre que quisermos, riscando o que não se quer, abraçando o que se descobre querer.

Encosta-te a mim, nós já vivemos cem mil anos

encosta-te a mim, talvez eu esteja a exagerar

encosta-te a mim, dá cabo dos teus desenganos

não queiras ver quem eu não sou, deixa-me chegar


Chegado da guerra, fiz tudo p´ra sobreviver

em nome da terra, no fundo p´ra te merecer

recebe-me bem, não desencantes os meus passos

faz de mim o teu herói, não quero adormecer


Tudo o que eu vi, estou a partilhar contigo

o que não vivi, hei-de inventar contigo

sei que não sei, às vezes entender o teu olhar

mas quero-te bem, encosta-te a mim...


Encosta-te a mim, desatinamos tantas vezes

vizinha de mim, deixa ser meu o teu quintal

recebe esta pomba que não está armadilhada

foi comprada, foi roubada, seja como for


Eu venho do nada porque arrasei o que não quis

em nome da estrada onde só quero ser feliz

enrosca-te a mim, vai desarmar a flor queimada

vai beijar o homem-bomba, quero adormecer..."

6 comentários:

jj disse...

Pois... a musica da moda! Bem, o Palma e transversal as modas, mas quando eu vim para ca - ha uma semana quase - era o que passava na radio A TODA A HORA!

Pa, sinceramente, o Palma escreve melhor que isto. Ou entao sou eu. Tenho ca um problema com o titulo... parece-me piropo de trolha. (Perdoa a blasfemia, mas com os amigos estao a vontade para dizer estas enormidades).

Porque e que ele nao arranjou uma OUTRA Maca de Junho (?), isso sim, esse e o *meu* Palma.

Jinhos.

CEMREMOS disse...

Também há muitas outras músicas do Jorge Palma que gosto mais, ele escreve coisas maravilhosas. Mas que queres? Ainda não a ouvi tantas vezes como tu e fez "clic". Claro que estás à vontade...tu sabes! Jinhos para ti também.

Vanadis disse...

Gostei mais do que Tu (cemremos) escreveste a propósito dessa canção do Palma. Eh páh, eu tenho o homem em má conta desde um concerto que ele deu em que estava podre de bêbado...na consegui esquecer essa...
Mas aquilo que transmites, Cemremos, é bem verdade. Se soubessemos aceitar-nos e aceitar os outros e a vida (ou, coo se costuma dizer, cagar para o que não merece a pena), éramos bem mais felizes...

Haddock disse...

ainda há pocos dias passei por ela no blog da crt...

ouvi/vi o suficiente para saber que é dele...

parece interessante.

(moinante!!)

Matchbox30 disse...

Desculpa, mas, sinceramente, ñ gosto de Jorge Palma... longa história...
logo te conto...

poeta_poente disse...

nota-se perfeitamente que esta é uma musica de despedida dele....