quinta-feira, novembro 22, 2007

Around



Este é o refúgio!

O tempo que corre,
destapa e desmonta.
O ombro que toca
e a mão que foge.

Esta é a esquina!

Sombra que espreita
uma rua mais larga!
Calçada amarga,
passada desfeita.

Este é o campo!

De um sentido desperto!
De olhares atentos...
Palavras! Intentos?
Quem sabe, ao certo?

3 comentários:

Matchbox30 disse...

Mais uma vez, genial! Gosto muito dos teus poemas...

nosurprises disse...

Menina,
Como sabes, passo por cá sempre, a maioria das vezes não comento por falta de tempo ou porque não dá jeito no sítio onde estou.
Onde andas que nunca mais me apareceste no msn? Humm?
Bjs

Haddock disse...

pois, cemremos, eu até gostava de responder, mas não faço "a mínima"...