terça-feira, janeiro 15, 2008

De pé

Ficou à espera da hora...
A tal que acontece
em forma de prece.
E demora.
Ficou presa ao crer.
O tal que impede
o corpo, despede
o esquecer.
Ficou suspensa no ar.
O tal que esperou
e ainda espera,
o eterno abraçar.

3 comentários:

Matchbox30 disse...

O poema, como já é hábito, está fantástico.
Quanto ao stealing kisses, o Ben Harper não sei, mas os membros da banda são criminosos inocentes! Lol!

Vanadis disse...

Olha, sabes...entendo-te... =)

a outra cara metade disse...

Só pra dizer que te Amo,
Nem sempre encontro o melhor termo,
Nem sempre escolho o melhor modo.

Devia ser como no cinema,
A língua inglesa fica sempre bem
E nunca atraiçoa ninguém.

O teu mundo está tão perto do meu
E o que digo está tão longe,
Como o mar está do céu.

Só pra dizer que te Amo
Não sei porquê este embaraço
Que mais parece que só te estimo.

E até nos momentos em que digo que não quero
E o que sinto por ti são coisas confusas
E até parece que estou a mentir,
As palavras custam a sair,
Não digo o que estou a sentir,
Digo o contrário do que estou a sentir.

O teu mundo está tão perto do meu
E o que digo está tão longe,
Como o mar está do céu.

E é tão difícil dizer amor,
É bem melhor dizê-lo a cantar.
Por isso esta noite, fiz esta canção,
Para resolver o meu problema de expressão,
Pra ficar mais perto, bem mais de perto.
Ficar mais perto, bem mais de perto

Tenho a impressão que está tudo dito...