sábado, janeiro 26, 2008

What else?


Marin: Animal instincts serve animals well. But we are human and we make mistakes. For the lone wolves among us, self-preservation is easy because they are not trying to preserve a relationship. Unlike animals, most of us have emotions clouding our vision. We want to look out, not just for ourselves, but for each other. Until we realize, in the end, human or animal, we are all alone. And we will have to fight for ourselves.


Marin: (to Patrick) You're lucky. Some people don't know how they feel until they get that ring on and commit to being together or commit to being apart. (to the radio audience) Commitment is complicated. When things get a little hairy, we have to decide, "Should we stay or should we go?" Animals have instincts about these things. Fight or flight. But human relationships are more complex. How do we know when to give up the fight?


A pedido dos milhares de visitantes que frequentam este blog, aqui fica o best of do "Men in trees" de ontem ( What else? Talvez ESTE! ),o episódio The Girl Who Cried Wolf (1)!

6 comentários:

Matchbox31 disse...

Damn you girl! Lol! Vi esse episódio e fiquei a pensar o mesmo! Tanto que fiz um post desse tipo hoje! Muito bom post!

jj disse...

Bem, alguém tem que te dar COMISSÃO! Fã mais fã não há! :P

Jinhos.

a tua cara metade disse...

É tão bom estar apaixonado. Com a eterna correria do dia a dia, por vezes esquecemos a pessoa que escolhemos para ter ao nosso lado. É bom olhar, cheirar, beijar, ter nos braços essa pessoa. Lembrar-nos do porquê dessa escolha, pensar no porquê de estar apaixonado. Temo que o ser romântico ou o estar apaixonado seja uma coisa que se está a perder, mas aqui estou eu a assumir e a contrariar. Sou romântico sim senhor e estou a cada dia que passa mais apaixonado pela minha PRINCESA.
Este antigo post que eu fiz no ... ainda faz todo o sentido. AMO-TE

Anônimo disse...

Muito bem escrito, quase erudito! O comentário também!

Lost in translation

Orquidea disse...

In the end we are all alone... estou sempre a lembrar-me disto (e deixei de ver o men in trees... muitas coisas deixaram de fazer sentido no meu "agora" e... não sinto falta delas)

Orquidea disse...

In the end we are all alone... estou sempre a lembrar-me disto (e deixei de ver o men in trees... muitas coisas deixaram de fazer sentido no meu "agora" e... não sinto falta delas)