quinta-feira, fevereiro 21, 2008

:D


Dexter.

Não se trata de uma personagem plana. É um gajo complicado, que ainda tem muito a descobrir sobre si e sobre os outros. Sente necessidade de matar mas ensinaram-no a apontar essa vontade na direcção de quem não merece viver (uma espécie de justiça disfarçada).
Estou completamente viciada. É forte, cru, intenso! Assustador!


E digam lá que não é um dos melhores genéricos de sempre?
Genial!

People fake a lot of human interactions, but I feel like I fake them all, and I fake them very well, that’s my burden, I guess.

"Everyone hides who they are."

"There are no secrets, just hidden truths beneath the surface."

"She's perfect, because in her own way, she's as damaged as me."

"I have to say goodbye in order to reconnect with what's really important. With who I was; with who I have to be."

"In our most paranoid moments we feel everyone is talking about us."

4 comentários:

jj disse...

Me also, viciada desde os estates, "É um gajo complicado", talvez, mas "bom como o milho", especialmente agora que tem uma série só para ele. (Nos Sete Palmos, o outro ofuscava-o tanto... LOL) :))))))

Jinhos.

Haddock disse...

o genérico é mesmo fabuloso!!
o que é isto, cemremos?? fox??

100 remos disse...

Não, capitão. Canal 2 às quartas feiras, 22.45.

Matchbox31 disse...

Realmente, tem um genérico fantástico! adoro a série, é uma das imperdíveis...