quarta-feira, maio 07, 2008

---









Tears stream, down on your face...
When you lose something you cannot replace
.



Esta música. Sempre esta música. Já faz parte de mim. Como já escrevi aqui uma vez " it fits all the time". O tempo pode cicatrizar uma ferida mas a cicatriz não desaparece com o tempo. Faz amanhã nove anos. Parece que foi ontem. Na casa que já não existe, quatro mulheres preparavam-se para uma viagem que já se adivinhava silenciosa e triste. O telefone tocou. Uma de nós a tremer atendeu. Seguiu-se o silêncio mais pesado do mundo. Tinhas partido sem dizer adeus? Não! Tinhas andado a dizer adeus devagarinho... Como quando me sussurraste o pin do teu telemóvel. Ou insististe para que fosse à Biblioteca fazer uma pesquisa para o meu estágio porque sentiste que também eu estava a morrer por dentro ao ver-te assim. Ficou tanto de ti em mim... Principalmente a mania de pensar sempre primeiro nos outros e só depois em nós. Ensinaste-me a alegria de oferecer ou partilhar o muito ou o pouco que temos. Ensinaste-me a fazer o bem sem olhar a quem. Ensinaste-me a importância e a coragem de oferecer a outra face. Ensinaste-me que o trabalho dignifica e por isso devemos dar sempre o nosso melhor.



Pai, (ainda ) vives em mim ( sempre )!

6 comentários:

Matchbox31 disse...

Sinceramente, não sei o que te diga... só sei que, onde quer que esteja, tem muito orgulho em ti...

Anônimo disse...

Se ficou tanto em ti do teu pai, é porque a missão dele nesta terra foi bem sucedida. E também por isso deves estar orgulhosa de seres filha de um pai assim.

Serigaita B.

Carla disse...

Minha Linda, como o tempo passa... alem de ter sido um pai especial, foi um tio que tambem nunca sera esquecido.Beijocas grandes

Monsieur Le Marquis disse...

O teu pai fez tudo certo contigo, sou testemunha disso todos os dias. E sim, a matchbox tem razão, ele tem, de certeza, muito orgulho em ti, deixou cá Terra uma excelente raiz...

O estado do Estado disse...

One by one
Only the Good die young
They're only flyin' too close to the sun
We'll remember -
Forever...

And now the party must be over
I guess we'll never understand
The sense of your leaving
Was in the way it was planned...

So we grace another table
And raise our glasses one more time
There's a face at the window
And i aint never, never saying goodbye...

One by one
Only the Good die young
They're only flyin' too close to the sun
Cryin' for nothing
Cryin' for no-one
No-one but you

100 remos disse...

Obrigada a TODOS pelas palavras de carinho e conforto.