terça-feira, maio 06, 2008

Rock on

A pedra feia
do mundo, pesa.

Por vezes um só
dedo levanta
o mundo,
no só peso
de um segundo.

Por vezes a pedra
levanta a mão.
E o mundo

permanece
em suspensão.


2 comentários:

poeta_poente disse...

e por vezes ficamos suspensos, de mão erguida para o céu e o mundo esse... não espera por nós, nem nos dá a palavra.

Matchbox31 disse...

Fantástico poema!
No fundo, está na nossa mão...