quarta-feira, junho 11, 2008

Cegueira

Determinados limites não devem ser ultrapassados. O livre arbítrio é a base de qualquer País que se diz democrático. O direito à greve foi uma preciosa conquista, mas acarreta com ele um outro direito, o direito a não fazer greve. Quando se obriga alguém a fazer greve por meio de ameaças, estamos perante abuso de poder. Perde-se a razão.

3 comentários:

Nuno disse...

Encontramo-nos perante um dilema, pois só impedindo os trabalhadores do seu direito de furar a greve o povo consegue obter alguns direitos, pois o estado ve-se obrigado a ceder pois o seu principal dever é zelar pelos direitos do cidadão, garantindo as condições para o seu exercício(dos direitos).

A Grafonola disse...

Concordo em pleno!!!

Matchbox31 disse...

tens toda a razão!