terça-feira, junho 17, 2008

Como assim...?

Por mais que gostemos do nosso grande poeta Luís de Camões...

...Lusíadas? Como assim? Lusíadas num exame de 12º ano? Assim sozinho, sem a companhia do Pessoa? Mas será que os senhores responsáveis por estas provas leram efectivamente o programa desta disciplina? Hellooooooooooooooooo! Lusíadas? Quantos sumários fiz eu com referência a Fernando Pessoa? Muitos! Quantos sumários fiz eu com referência aos Lusíadas? Alguns. Os meus alunos sentiram-se defraudados. O estudo de um ano inteiro, o maior peso desse estudo de nada serviu! Lusíadas? Como assim? E o esforço dos professores? E o esforço dos alunos? Camões assim, a seco. Camões da forma como não é abordado no 12ºano. Será que trocaram os exames doano com os do 12ºano?Ah, então amanhã sairá a Mensagem!

4 comentários:

poeta_poente disse...

é caso para dizer que o Camões só com um olho via mais que muitos dos nossos governantes com os dois bem abertos...

Por perigos e guerra esforçados, mais do que permite a força humana, haveremos de sobreviver a esta gente tão desumana!

Matchbox31 disse...

Estes governantes andam a gozar com isto!
Se se dá Pessoa, porque sai Camões? Seriously?

Haddock disse...

não queriam tirar os luís dos programas??
então, agora põem o luís nos exames... é a lei da compensação! muito inteligente, aliás...

Isabela disse...

O exame da 1ª fase é vergonhoso. É gozar com alunos e professores. Não houve qualquer ligação entre Lusíadas e Mensagem, como manda o programa. A referência ao Padre António Vieira, no último grupo, perturbou alguns alunos, e muito, porque Vieira não é matéria do 12º, e portanto os alunos que fizeram exame como externos ficaram baralhados. E haviam obviamente, relações a estabelecer entre Vieira e a defesa dos direitos humanos.
O texto sobre o Memorial era bonito mas difícil. O exame é desconexo. É uma vergonha. Só espero que os correctores tenham isso em mente.