terça-feira, julho 01, 2008

Praia

Sopram meias palavras
à toa, levadas pelo ar.
Na praia viajam tontas,
na areia espumam o mar.

Nos braços, abraços.
Nos lábios os beijos.
Nos corpos, cansaços.
Nas almas, desejos.

E fica a vontade,
a corda à deriva.
O crer que é verdade,
a escrita com rima.

Por vezes os sonhos
só são o que são.
São dedos esticados,
são palma da mão
.

2 comentários:

Matchbox31 disse...

Bem, adorei este post!
Quer o poema, quer a foto. A propósito, que praia linda é aquela?
Muitos parabéns pelo bom gosto!

Haddock disse...

também quero!!!!!!