quarta-feira, agosto 13, 2008

Aqui

Aqui estou.
Sem remos que me levem,
Com ondas que me pedem
-Vem!

Aqui fico.
Acorrentada às correntes
Num barco sem repentes...
-Vens?


Aqui estou.
Vento ao peito e uma luz ao fundo.
Olhos fechados, mergulho profundo.
-Fui.


2 comentários:

jj disse...

Hum... sabes aquela música profundíssima (como todas as dele) do Pedro Abrunhosa "Eu... estou aqui E eu... estou aqui..."

Este "Aqui" não tem nada a ver, oki! Ehehehehheeheh!!! :P

Como vai *isso*? Eu *ai* estou *ai* a modos que *ai* bem *ai* malzinho *ai*...

Aiiiiiiiiiiiiiiiii...

Jinhos.

Ti disse...

Mas volta!