sexta-feira, setembro 19, 2008

Time out


Sem Vento, sem Água, sem Tempo.
Pressente nos dias o peso da chuva,
liberta nas horas o fogo do alento.
Sem Tempo, sem Vento, sem Água.
Abraça na noite as pingas de orvalho,
esquece, Amanhece, as gotas de mágoa.
Sem Água, sem Tempo, sem Vento.
Embala nos dias, as noites, os anos,
recorda o balanço, a vida de dentro.

2 comentários:

Eu disse...

sometimes times, we all need a time out... do dia-a-dia, da correria, do stress...

eu disse...

Time out from life...
time for love...