quinta-feira, fevereiro 08, 2007

A(linha)do...

Varetas tortas num guarda-letras,
as linhas pedem: “encostem à direita!”
A escrita deve estar bem alinhada…
Parece que foge e não explica nada.

Teimosas as letras, de orgulho ferido
Gritam, por entre as linhas já prontas…
Correm, enganam o leitor despercebido:
“Para a esquerda, que nem varetas tontas!”

Um comentário:

nuno disse...

e por vezes diz-se tanto nas entrelinhas...