segunda-feira, junho 11, 2007

Capa e escudo

O verso da avessa conversa,
não digo, por ser verdade.
Escrevo na mente, enleio...
um risco somente...é tarde!
Despidos, sem capa e escudo.
Estrelas à parte, escondidos,
uma fera, um anjo e o mundo
tocam-se... julgando-se perdidos!

3 comentários:

Zorze disse...

Um corpo alberga uma fera e um anjo. E qual deles escreve as emoções intra-derme? Perdem os dois a capa? Um ser o verso da verdade da conversa e o outro por ser a mentira do suposto lado visível da vida?

jj disse...

Que lindo!!!! De quem e? Nao conheco, mas adorei!!!

Jinhos.

CEMREMOS disse...

JJ...É meu. Saiu cá de dentro, de repente! Beijo